Serviços

NOSSOS SERVIÇOS

DIAGNÓSTICO E PLANEJAMENTO COM CÂMERA INTRA-ORAL

Contamos em nossa clínica com a avaliação bucal através de câmera intra-oral de alta resolução. Este equipamento permite um aumento de até 60 vezes, possibilitando a identificação de alterações bucais que poderiam passar despercebidas aos exames convencionais.

Além disso, a câmera intra-oral produz imagens em tempo real da condição bucal do paciente, permitindo ao profissional um diagnóstico mais rápido e eficiente e ao paciente uma melhor visualização dos problemas identificados e do planejamento de tratamento proposto. Na avaliação bucal com câmera intra-oral, todas as imagens obtidas ficam registradas e armazenadas no prontuário digital do paciente, com toda segurança e privacidade.

Odontologia Estética
É a especialidade odontológica que tem por objetivo devolver a harmonia estética do sorriso através de procedimentos cosméticos que não somente restauram, mas transformam os dentes, de tal maneira que se aproximem ao máximo do “padrão de beleza” estabelecido pela cultura de cada lugar.

No Brasil, conhecido mundialmente pela exigência estética de seu povo, essa área da Odontologia se desenvolveu muito, oferecendo muitas possibilidades de tratamento estético. Como por exemplo:
1PLANEJAMENTO DIGITAL DO SORRISO (DSD)
Planejamento Digital do Sorriso (DSD)

É uma das mais novas e avançadas ferramentas de odontologia estética. O conceito é baseado na análise de proporções faciais e dentais do paciente utilizando softwares e recursos digitais e um conjunto de fotografias de alta qualidade para entender a relação entre dentes, gengivas, lábios, características faciais em movimento, emoções e sorriso. Uma das vantagens dessa técnica é permitir ao cliente antever o possível resultado final do seu tratamento estético, podendo, inclusive participar das decisões. Assim, forma-se uma relação de confiança entre o paciente e o cirurgião-dentista. A técnica consiste em uma consulta inicial com várias fotografias do cliente (intra-orais e extra-orais) e nessas fotografias, serão feitos desenhos por cima das imagens e manipulações para chegar ao possível resultado dentro de um padrão estético e de acordo com o desejado pelo cliente.

2FACETAS E LAMINADOS EM PORCELANA
Facetas e Laminados em Porcelana

As facetas de porcelana são pequenas peças de porcelana trabalhadas para cobrir a parte frontal dos dentes. Elas são resistentes, parecem naturais e são confeccionadas para reconstruir a forma e a cor dos próprios dentes das pessoas. Além de você se beneficiar esteticamente das facetas laminadas, esse é um procedimento muito simples e rápido. Os materiais utilizados nas facetas apresentam excelente resistência e durabilidade. Quando adequadamente indicadas podem propiciar uma estética agradável durante muitos anos.

3LENTES DE CONTATO DENTAIS
Lentes de Contato Dentais

Atualmente, a busca pelo sorriso perfeito conta com aliados importantes na Odontologia contemporânea. Entre esses recursos estão muito em evidência as chamadas lentes de contato dentais. São facetas muito finas, preparadas com porcelanas especiais, em lâminas que podem ter 0,2 a 0,5 milímetros de espessura. Por isso, quando bem indicadas, as lentes podem ser aplicadas e fixadas sobre os dentes quase sem desgastes da estrutura dental.


Como funciona o processo?

O primeiro passo antes de saber se você está apto a usar as lentes é procurar um cirurgião-dentista qualificado. Ele examinará seus dentes e verificará se há indicação para as lentes de contato, utilizando recursos como o planejamento digital (DSD).

Quais as indicações?

O mais comum é utilizá-las para corrigir os dentes anteriores. Após um planejamento criterioso, elas podem entrar em cena para situações como: Fechamento de espaços (os diastemas); Aumento do comprimento dos dentes (alongamento); Aumento de volume (largura); Dentes desgastados; Dentes lascados ou quebrados; Alterações e correções suaves de cor.

Quem não pode usar?

Como qualquer procedimento existem contraindicações. Pessoas com alterações de coloração acentuadas, dentes com restaurações antigas ou que tenham o hábito de ranger os dentes, não são recomendadas as “lentes”. Nesses casos, o profissional poderá definir outra solução estética.

Quanto tempo dura?

As lentes possuem uma boa durabilidade, mas esta pode variar de acordo com os cuidados do paciente. A duração está diretamente ligada à manutenção da higiene oral e visitas frequentes ao cirurgião-dentista para manutenção. Alguns hábitos podem reduzir a duração das lentes como é o caso de roer unhas, morder alimentos ou objetos duros e consumir excessivamente produtos capazes de provocar manchas, como café e cigarro. Vale ressaltar que a indicação, o planejamento, a execução e a manutenção das lentes devem ser sempre realizadas sob a supervisão de um cirurgião-dentista. É o que garante a qualidade do procedimento e um sorriso bonito e saudável.
4CLAREAMENTO DENTAL
Clareamento Dental

O clareamento dental é um procedimento estético em que se utilizam agentes clareadores para recuperar a cor original dos dentes, perdida em algum momento durante a vida em decorrência de diferentes fatores, ou promover o clareamento dos dentes originalmente escurecidos. É um procedimento simples e indolor, mas exige uma série de cuidados, por isso deve ser sempre supervisionado pelo Cirurgião Dentista.

Como todo procedimento clínico na cavidade bucal, o clareamento deve ser realizado com a técnica correta, cuidadosa e sob a supervisão do cirurgião dentista. Antes de iniciar o tratamento clareador é imprescindível a realização de um exame clínico e radiográfico, para verificar os possíveis fatores como cáries e infiltrações, que poderão influenciar na sensibilidade dental durante ou após a aplicação da técnica clareadora.


Quem pode fazer?

Esse procedimento leva em consideração a necessidade estética do paciente. Por isso é importante conversar com o dentista caso tenha interesse em realizar o procedimento.

Quem não pode usar?

Pacientes menores de 15 anos, mulheres grávidas, pacientes com restaurações defeituosas ou problemas na gengiva, pacientes com cáries e pessoas alérgicas aos complementos do agente clareador.
Implantes Dentários

A Implantodontia é a especialidade odontológica que atua na implantação de componentes de titânio, conhecidos como implantes dentais, diretamente no osso da maxila ou mandíbula, com o objetivo de repor os dentes perdidos e restabelecer a função mastigatória e a estética oral.

A implantodontia representa atualmente a alternativa de primeira escolha para reposição de dentes perdidos, pois permite a colocação de dentes individuais da maneira mais próxima possível do natural, sem desgaste de dentes saudáveis e com muita segurança e durabilidade. Abrangendo desde os procedimentos cirúrgicos necessários para possibilitar a colocação dos implantes, como enxertos ósseos e gengivais, até a realização das próteses fixas sobre os implantes. Em nossa clínica, utilizamos implantes de alta tecnologia, com certificação internacional e respaldo na literatura científica.

Cirurgia de Enxerto Ósseo

Quando o tecido ósseo da maxila ou mandíbula é insuficiente para a instalação de implantes, é necessária a realização de enxertos ósseos. O enxerto ósseo é o procedimento indicado para restabelecer a arquitetura óssea original, com finalidade funcional, como por exemplo a instalação de implantes, ou com finalidade estética, para devolver o volume ósseo e gengival reduzido após a perda de dentes. Este procedimento envolve a colocação de fragmentos ósseos do próprio paciente ou a utilização de biomateriais sintéticos de alta tecnologia que servirão de matriz para que o próprio organismo produza o novo tecido ósseo.

O uso de biomateriais é mais vantajoso porque torna a cirugia muito mais simples e reduz o tempo de cicatrização. Em alguns casos, o enxerto pode ser feito ao mesmo tempo da cirurgia de implante. Um enxerto ósseo bem sucedido permite que o implante seja instalado em sua posição ideal, otimizando o resultado final do tratamento de reabilitação oral. Na Clínica Dr. José Carlos Ribeiro, utilizamos biomateriais para enxerto com certificação internacional, para os melhores resultados.

Cirurgia de Enxerto Gengival

O enxerto gengival pode ser essencial para recuperar a estética e função em procedimentos com implantes e próteses dentárias. A reconstrução de gengivas retraídas ou atrofiadas é um procedimento cirúrgico sofisticado e que pode ser imprescindível para a harmonização estética do sorriso. Em algumas situações, pode ser a melhor opção para corrigir falhas estéticas em facetas, laminados e lentes de contato dentais. Da mesma forma que os enxertos ósseos, os enxertos gengivais podem ser realizados utilizando gengiva do próprio paciente ou fazendo uso de biomateriais sintéticos.

Os enxertos gengivais possibilitam resultados estéticos mais próximos do natural ao redor de implantes e próteses convencionais. Algumas de suas indicações são: recobrimento de raízes dentárias expostas (que comprometem a estética e podem causar sensibilidade dentária); recobrimento de margens acinzentadas de próteses fixas ou implantes; aumento de volume de gengiva ao redor de próteses ou implantes e aumento da espessura de gengiva.

Fibrina Leucoplaquetária para Enxertos

A fibrina leucoplaquetária autóloga ou fibrina rica em plaquetas (FRP), é um concentrado sanguíneo obtido através da coleta de sangue do próprio paciente e utilizado em associação com biomateriais para enxertos ósseos e gengivais. É uma técnica recente, desenvolvida na França, e que tem apresentado excelentes resultados na aceleração da regeneração óssea e gengival, com grande potencial de melhoria nos resultados dos enxertos.

A FRP é rica em fatores de crescimento que estimulam a produção de colágeno e acelera a produção de matriz óssea e de tecido conjuntivo, vascularização e neoformação tecidual. Além disso, tem uma excelente ação de estabilização do enxerto e redução do sangramento no trans e pós-operatório, além de acelerar o processo de cicatrização. Em nossa clínica, realizamos a coleta e centrifugação da FRP no trans-operatório, com todo conforto e segurança.

Reabilitação Oral
A Reabilitação Oral é a área da odontologia que trata da recuperação funcional e estética do sistema mastigatório, devolvendo a saúde e a harmonia do sorriso. Possibilita, através de diversas modalidades de tratamento, a correção de problemas como perdas dentais, discrepâncias oclusais, distúrbios da articulação temporo-mandibular (ATM) e dos problemas estéticos decorrentes dessas alterações. A Reabilitação Oral compreende várias especialidades odontológicas tendo como principais a Implantodontia e a Prótese Dentária.
1PRÓTESES FIXAS EM PORCELANA
As próteses fixas de porcelana representam uma solução moderna na área da odontologia, porque permite o restabelecimento da estética e da função mastigatória com segurança, durabilidade e com uma excelente estética, muito semelhante aos dentes naturais. Podem ser feitas sobre dentes naturais que estejam em bom estado, para servirem como pilares de coroas ou pontes fixas, ou podem ser feitas sobre implantes. Em nossa clínica, utilizamos um planejamento digital (DSD) para otimização e previsibilidade dos resultados. Podem também ser associadas a laminados ou facetas de porcelana.
2PRÓTESES REMOVÍVEIS

As próteses parciais removíveis (PPR), popularmente conhecidas como pontes móveis, são aparelhos protéticos indicados para a reposição de múltiplas perdas dentárias, quando, por algum motivo, não é possível a colocação de próteses fixas. Este sistema de prótese permite a remoção do aparelho para a higienização. As PPR utilizam os dentes remanescentes, gengiva e palato como apoio para sua sustentação e estabilização. Por isso, tanto os dentes como os tecidos de suporte devem apresentar perfeitas condições de saúde para que possam servir de pilares de sustentação para o aparelho protético.

Apesar de apresentar a vantagem do baixo custo em relação às próteses fixas, apresentam como desvantagens sua limitação estética, já que na maioria dos casos é necessária uma estrutura metálica com grampos de fixação sobre os dentes, além de sua baixa durabilidade. Atualmente, com o avanço dos sistemas de próteses com implantes, as próteses removíveis perderam espaço, mas ainda são bastante utilizadas e podem ser indicadas como próteses provisórias, durante os tratamentos com implantes que requerem um longo tempo de tratamento.

3PRÓTESES HÍBRIDAS

As próteses híbridas são sistemas que utilizam um aparelho protético removível combinado com estruturas fixas, que podem ser coroas ou pinos instalados sobre dentes naturais ou sobre implantes. Esse sistema de próteses está indicado em situações onde os dentes remanescentes não estão em condições de apoiar uma PPR convencional, mas as raízes desses dentes ainda podem ser aproveitadas para a fixação de pinos metálicos. Assim, as próteses podem se encaixar sobre esses pinos, permitindo uma estabilidade maior que as próteses totais convencionais (“dentaduras”). Porém, esse sistema também apresenta algumas das desvantagens das PPR, como necessidade de remoção para higienização após as refeições, estabilidade limitada, podendo também se deslocar durante a mastigação e baixa durabilidade.

Quando são utilizadas em combinação com implantes, as próteses híbridas apresentam maior estabilidade e maior durabilidade. Mas essa alternativa de tratamento tem sua melhor indicação quando há uma limitação da estrutura óssea dos maxilares que impeçam ou dificultem a colocação de uma quantidade de implantes suficiente para a realização de próteses fixas, ou quando o paciente, por contra-indicação médica, não pode se submeter a procedimentos cirúrgicos mais complexos como enxertos e implantes múltiplos. É uma alternativa que apresenta um bom resultado estético a um custo menor que as próteses fixas sobre implantes.

Ortodontia

A Ortodontia é a especialidade da Odontologia relacionada ao estudo, prevenção e tratamento dos problemas de crescimento, desenvolvimento e amadurecimento da face, dos arcos dentários e da oclusão, ou seja, disfunções dento-faciais. Dentes tortos ou dentes que não se encaixam corretamente são difíceis de serem mantidos limpos, podendo ser perdidos precocemente, devido à deterioração e à doença periodontal. Também causam um estresse adicional aos músculos de mastigação que pode levar a dores de cabeça, síndrome da ATM e dores na região do pescoço, dos ombros e das costas. Os dentes tortos ou mal posicionados também prejudicam a sua aparência. O tratamento ortodôntico torna a boca mais saudável, proporciona uma aparência mais agradável e dentes com possibilidade de durar a vida toda.


Como saber se preciso de um ortodontista?

Com base em diagnósticos que incluem um histórico médico e dentário completo, um exame clínico, moldes de gesso de seus dentes e fotografias e radiografias especiais, o ortodontista ou dentista poderá decidir se a ortodontia é recomendável e desenvolver um plano de tratamento adequado para você. Os casos mais comuns são sobremordida, mordida cruzada, mordida aberta, desvio da linha mediana, diastema e apinhamento.

Como funciona o tratamento?

Como a odontologia é uma área que sempre vem se atualizando, os tipos de aparelhos também seguem esse fluxo, hoje em dia existem tanto aparelhos fixos como móveis. Eles são utilizados para ajudar a movimentar os dentes, retrair os músculos e alterar o crescimento mandibular.

Estes aparelhos funcionam colocando uma leve pressão nos dentes e ossos maxilares. A gravidade do seu problema é que irá determinar qual o procedimento ortodôntico mais adequado e mais eficaz. Existem diversos tipos, os mais comuns são: Aparelho fixo metálico, aparelho fixo estético, aparelho autoligado, aparelho lingual, alinhadores transparentes, entre outros.

Endodontia

Especialidade da odontologia que atua na prevenção e tratamento da polpa dentária e sistemas de canais radiculares. A endodontia está comumente associada ao “tratamento de canal”, embora compreenda diversas outras formas de tratamento, que visam à manutenção dos dentes na cavidade bucal e a saúde dos tecidos periapicais.


Como é o tratamento?

O tratamento é feito na parte interna do dente, ou seja, no canal. Trata-se da extração da polpa, também chamada de tecido mole. Esse tecido pode estar inflamado, infectado ou até mesmo morto, dependendo do estágio que a inflamação se encontra. Após essa remoção, o endodontista preenche o canal com a obturação. Isso nada mais é do que uma placa que irá proteger a abertura feita de outras infecções e bactérias. Assim, mantém a funcionalidade e estética do dente.

Odontopediatria

Especialidade da odontologia que cuida da saúde bucal das crianças. A atuação da odontopediatria compreende desde a gestação (para a manutenção da boa higiene bucal da gestante, orientações quanto a amamentação e aos hábitos da mãe e do bebê), passando pelo bebê (para avaliar a cavidade bucal, acompanhar o desenvolvimento dos dentes de leite, ajudando o bebê a crescer com bons hábitos bucais) até as várias fases da infância.

A prática da Odontopediatra faz com que a experiência da criança com o dentista seja agradável e simples, sem causar pânico nem traumas, que quando ocorrem, podem marcar a criança por toda a vida, gerando insegurança e medos difíceis de superar. A criança acompanhada pelo odontopediatra desde recém-nascido tende a ver o dentista como um profissional que está ali para ajudá-lo e não como aquele “doutor” que ela vai só quando está com dor, que é o que traumatiza os “pequenos”.

 

Marque uma consulta
agora mesmo!